Lançado o Plano safra em Humaitá

O titular da Secretaria de Estado da Produção Rural e Sustentabilidade (Sepror), Sidney Leite, lançou, no último sábado (3), o Plano Safra para o município de Humaitá (distante a 696 quilômetros de Manaus). A meta do Sistema Sepror é trabalhar 500 hectares de área mecanizada, com investimento previsto de R$ 20 milhões, em crédito e subvenção, e ainda para o pró-calcário.
“O Plano Safra tem todas as condições de avançar em sua plenitude. Nós temos muito campos naturais e em Humaitá temos uma realidade diferenciada por estar muito próximo ao estado de Rondônia e pelo rio Madeira que facilita essa escoação. O Governo, por meio da Sepror e Banco do Povo, está implementando as atividades do Plano Safra garantindo a mecanização no que diz respeito à mandioca, a fruticultura, arroz, feijão e milho, mas também para a pecuária”.
Segundo o secretário, em Humaitá já existem áreas mecanizadas devido à característica do perfil da região, o que vai exigir uma necessidade maior para a correção do solo. Leite ressaltou ainda que há uma preparação para financiamento de tratores e caminhões, para que os produtores que já conseguiram avançar, possam fazer a correção do solo e mecanizar área para avançar na pecuária e fruticultura.
“Aqui estamos lutando para que tenha ou uma superintendência ou um escritório avançado do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), para atender todo o Sul do Amazonas. E ainda, o Governo do Estado, em breve, estará lançando o estudo de zoneamento econômico-ecológico para a região do Madeira. Essa é uma região estratégica e tanto a piscicultura, fruticultura e pecuária vão avançar muito”, finalizou.
 

Lançamento do plano Safra em Humaitá


 

Mostrar Mais
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.