Gravissimo: Exército deve extinguir quatro unidades e cortar pela metade efetivo de outras quatro

A 302ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada no final de outubro, não tratou apenas da remoção do General Mourão do Comando Militar do Sul. O principal tema abordado foi a adequação da Força aos cortes orçamentários dos dois próximos anos.
As medidas estudadas são bastante severas e incluem desativações e transformações de Organizações Militares e redução drástica do efetivo de recrutas.
 
Hibernação e Desativação
Hibernação Total (HT) e Hibernação Parcial (HP) são as expressões da moda na cúpula do Exercito. Diversas OM poderão ficar sem efetivo em algumas subunidades (HP), outras sem efetivo nenhum (HT), por tempo indeterminado. Ao menos um batalhão e três subunidades poderão ser desativados.
Fora
Não seriam atingidas pelas medidas as Unidades dos Comandos Militares do Norte e da Amazônia. Também estariam de fora os Batalhões de Engenharia, de Polícia do Exército, de Guardas e Logísticos e as subunidades isoladas de Cavalaria, Engenharia e Comunicações. A tropa de pronto emprego também não seria afetada.
Depois dos Jogos Olímpicos
As ações que envolvem unidades envolvidas diretamente com a Olimpíada só seriam implementadas após os Jogos.
Sai, recruta!
Para manter uma subunidade funcionando, o Exército gasta em torno de R$ 837 mil por ano, fora o custo com 60 recrutas (em média) que chega a R$ 780 mil. O valor total ultrapassa R$ 1,6 milhões anuais. A intenção é economizar R$ 97 milhões anualmente, através da ‘racionalização’ de 60 subunidades.
( Um país do tamanho do Brasil com um exército pequeno ou fraco é a mesma coisa de deixar a porta aberta da casa, sem a menor defesa, para ser um país forte tem de ter forças armadas forte. Você pode até não gostar hoje das forças armadas , mas sentirá saudades amanhã com certeza, estaremos nas mãos e a mercê dos outros exércitos, inclusive dos radicais, infelizmente. Espero que as forças Armadas, povo e os políticos de bom senso, sejam um pouco patriotas, não aceitem e não deixem isso acontecer. Se não, estaremos sem pátria).
FONTE: montedo.com

1 Comentário

  • Crish

    Camarada Manuel VazRece9m chegado do esianrgetro, e ao ler o blog deparo com este trabalho sobre Gadamael.As informae7f5es aqui expressas em gre1fico este3o correctas.Em 74 seria provavelmente em todo o T.O. da Guine9 o aquartelamento melhor dotado tanto em meios humanos como materiais.Sobre a queste3o se estaredamos preparados para os ataques de artilharia do IN, posso dizer com toda a certeza que sim.Para ale9m dos meios materiais de que disponhamos,je1 aqui referi em comente1rios anteriores,com a reace7e3o de incredibilidade de alguns, que tednhamos em stock material de guerra em maior quantidade do que as prf3prias chefias em Bissau certamente pensavam.Tednhamos abrigos suficientes,nomeadamente os das transmissf5es e enfermaria eram feitos de bete3o.Quero reale7ar que a Ccae7 20 era quase toda constituedda por elementos oriundos dos comandos africanos.Apf3s a retirada de Guilege,Gadamael em termos estrate9gicos valia zero,este1vamos ali apenas a servir de carne para canhe3o.Um artilheiro de GadamaelC.Martins

    Responder
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *