Governo autoriza reajuste de pedágio em meio a protestos de caminhoneiros

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) autorizou nesta sexta-feira (27) a concessionária Rodovia do Aço S.A. a reajustar a tarifa de pedágio na BR-393, estrada que liga o Rio de Janeiro a Minas Gerais. O aval para o aumento está publicado no DOU (Diário Oficial da União) de hoje.
A tarifa para automóveis, que era de R$ 4,50, subirá para R$ 5 nas praças localizadas nas cidades de Paraíba (RJ), Sapucaia (RJ), em Barra do Piraí (RJ). O reajuste foi de 11,11%. A nova tarifa passa a vigorar a partir de 5 de março.
Os caminhões de dois eixos, ônibus e furgões passarão a pagar R$ 10 nas praças de pedágio. Os automóveis e caminhonetes com reboque passam a pagar R$ 7,50. Os maiores preços, porém, ficam com os caminhoneiros que conduzem carretas.
Os caminhões de seis eixos vão passar a pagar R$ 30 de pedágio. Em resumo, cada eixo custa R$ 5 nas praças de pedágio.
O reajuste ocorre em um momento turbulento para a malha rodoviária brasileira, já que uma série de protestos provoca interrupções em estradas federais de cinco Estados do País. A situação é mais grave no Sul do País.
 
 
Fonte: R7

Mostrar Mais
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.