Eduardo Villas Bôas diz que o Brasil caminha para uma Crise Social

“Estamos vivendo situação extremamente difícil, crítica, uma crise de natureza política, econômica, ética muito séria e com preocupação que, se ela prosseguir, poderá se transformar numa crise social com efeitos negativos sobre a estabilidade”, afirmou o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas; “E aí, nesse contexto, nós nos preocupamos porque passa a nos dizer respeito diretamente”, prosseguiu.

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, afirma ver risco de a atual crise virar uma “crise social” que afetaria a estabilidade do país, o que, segundo ele, diria respeito às Forças Armadas.

“Estamos vivendo situação extremamente difícil, crítica, uma crise de natureza política, econômica, ética muito séria e com preocupação que, se ela prosseguir, poderá se transformar numa crise social com efeitos negativos sobre a estabilidade”, afirmou. “E aí, nesse? contexto, nós nos preocupamos porque passa a nos dizer respeito diretamente”, prosseguiu.

Villas Bôas deu as declarações em inédita videoconferência na sexta (9) para 2.000 oficiais temporários da reserva, os R2.
Em nota sobre a declaração, a instituição citou artigo da Constituição que afirma que as Forças Armadas “destinam-se à defesa da pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem”, sob autoridade presidencial.

 
FONTE: Brasil247
 
Barrancas Seu Portal de Notícias

Mostrar Mais
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.