Dr. Francisco Cruz fala sobre a BR 319

O Portal Barrancas ouviu o  Dr. Francisco Cruz, um profundo conhecedor do Amazonas  sobre a BR 319.

O Funcionamento  pleno da BR 319, é um direito do povo amazonense, especialmente da população que habita o sul do nosso estado. O risco do dano ambiental que se alega é perfeitamente controlável.  Basta o governo estabelecer uma politica séria de prevenção e fiscalização. O povo não  pode continuar pagando  o alto preço pelo isolamento da nossa região. A BR 319, não pertence ao governo, pertence ao povo do Amazonas. Dr. Francisco Cruz

Mostrar Mais

2 Comentários

  • Pedro Fernandes
    Pedro Fernandes

    Embora eu concorde com o “Dr. Francisco Cruz”, faltou dizer em que área ele é doutor, em que instituição ele obteve o grau acadêmico de doutor e porque ele é profundo conhecedor do Amazonas.
    Mas, para além dessas observações, o “Dr. Francisco Cruz” tem razão em afirmar que os impactos ambientais são plenamente controláveis, até porque o maior impacto já ocorreu quando da abertura da rodovia na década de 1970. Ainda, a rodovia foi tirada do povo amazonense, pois é sabido que ela teve o seu trecho do meio destruída criminosamente para atender aos interesses político-econômicos de certos grupos. Como resultado, uma capital do porte de Manaus isolada por via terrestre; pessoas que vivem às margens da rodovia ignoradas pelo estado; alto custo do frete e produtos mais caros e com menos qualidade; a falta da garantia do direito constitucional de ir e vir; o favorecimento das ações de madeireiros que agem sem a intervenção do estado nessa região de difícil acesso. Já é mais do que hora de ver os reais interesses que impedem que a rodovia se torne trafegável o tempo todo.

    Responder
  • Raimundo da Costa de Souza
    Raimundo da Costa de Souza

    A br 319 é sim do povo do Amazonas, esse IBAMA que na realidade não serve pra nada tudo eles colocam dificuldades muito pelo contrario que els pensam com abetura da br fica muto mais facio else fiscalizarem, pois isoladas só serve realmente pro madereiros destruirem a floresta, ai fica o meu pensamento, estrada eles tem que trabalhar estrada feichada os madereiros só mandam a grana desses fiscais corruptos do IBAMA.

    Responder
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.