Equipe de jornalistas do GDC é assaltada e o repórter cinematográfico é baleado em Manaus

Uma testemunha que viu a ação dos criminosos ofereceu ajuda e levou a equipe até o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio

Manaus – Renê Silva, 45, repórter cinematográfico do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), foi baleado na manhã desta quinta-feira (15) durante um assalto no bairro Coroado, zona leste de Manaus. A jornalista Natasha Pinto estava junto com o profissional no momento do assalto e não teve ferimentos.

A equipe estava no local, por volta de 6h50 realizando uma reportagem no momento da abordagem. Dois homens em uma motocicleta chegaram e anunciaram o assalto levando os celulares das vítimas.

A equipe tentou alcançar os assaltantes para anotar a placa, mas a dupla reagiu. Durante ação um dos suspeitos realizou dois disparos que atingiram o tórax e mão de Renê. Os criminosos fugiram pela Avenida Cosme Ferreira no sentido Centro.

A jornalista acionou a polícia e solicitou ajuda, mas foi informada que não havia viaturas na área para atender a ocorrência. O Samu também foi acionado, mas não havia viaturas com urgência pra realizar o atendimento. Uma testemunha que viu a ação dos criminosos ofereceu ajuda e levou a equipe até o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na zona leste de Manaus.

O estado de saúde de Renê Silva é estável e passa por cirurgia nesse momento. A repórter não teve ferimentos, mas também foi atendida na unidade hospitalar.

Fonte: D24am.Foto: Arquivo/GDC

 

 

 

 

Mostrar Mais
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *