A fazenda São Pedro foi a campeã do concurso leiteiro da 43a Expoagro

Ela bateu o recorde amazonense de produção leiteira/dia com 60,563 kilos, com uma vaca da raça Girolando

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), Muni Lourenço, disse “que esta conquista histórica é o início de uma jornada de sucesso, que permitirá que o rebanho amazonse leiteiro se equipare aos melhores do Brasil, pela qualidade genética e manejo sustentável dos animais. O setor primário está de parabéns com este recorde da Fazenda São Pedro”.

O veterinário Emílio Afonso Ricardo Sampaio, coordenador do concurso leiteiro da 43a Expoagro, afirmou “que há três anos, a média mais alta de produção leiteira/dia no Amazonas era de 22 kilos e que,agora,é de quase três vezes mais.Trata-de um salto de qualidade genética nunca antes visto”.

A vaca Girolando Odete Fiv Mccuthin AX 8860 bateu o recorde de produção de leite/dia do Amazonas superando a marca anterior de 54 kilos/dia da vaca Tubarão da Fazenda ING Ferradurinha.

” Quero agradecer ao nosso veterinário Virgílio Cortez Júnior e a todos nossos funcionários que trabalham com melhoramento genético. E afirmo que o Amazonas está no mesmo nível dos melhores plantéis genéticos do Brasil”, disse Francisco Helder Peixoto (Chicão), proprietário da Fazenda São Pedro.

A raça Girolando é o resultado do cruzamento das raças Holandesa europeia e Gir indiana.A vaca Odete é meio sangue (1/2), sendo 50% Holandesa e 50% Gir.

 

 

Texto: Antonio Ximenes

Fotos:Antonio Ximenes e Gustavo Leite

Mostrar Mais
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *